• Junte-se à luta contra a obesidade infantil

  • As crianças com excesso de peso são mais propensas a desenvolverem problemas de crescimento e doenças ósseas e cardiovasculares.
  • Para prevenir a obesidade, é necessário que a criança aprenda a comer de forma saudável desde muito cedo. Em Arnidol® explicamos-lhe os hábitos alimentares mais saudáveis.

 

Em Espanha, 1 em cada 4 crianças tem excesso de peso e 1 em cada 5 são obesas, de acordo com um estudo feito em 2012 pela Fundação Thao. Estes números colocam a Espanha no topo da lista da obesidade infantil na União Europeia, apenas atrás da Itália e do Chipre. De facto, a Organização Mundial de Saúde (OMS), considera-o o problema de saúde pública mais grave do século XXI a nível mundial.

 

A luta contra a obesidade infantil faz-se através de leis governamentais que promovem a alimentação saudável e pela educação, com planos educacionais que promovam estilos de vida saudáveis, mas, acima de tudo, no âmbito familiar, pois é em casa que as crianças aprendem a comer e onde criam os seus hábitos e rotinas.

 

Quais são as consequências da obesidade infantil?

A curto prazo, segundo alertaram os médicos que participaram do II Congresso Ibero-Americano de Nutrição da Criança e do Adolescente realizado em Granada em dezembro de 2012, as crianças com excesso de peso têm mais dores nos músculos, articulações e ossos e são quatro vezes mais propensas a sofrer fraturas ósseas e luxações do que as crianças com peso normal.

 

A longo prazo, as crianças com excesso de peso tendem a permanecer obesas na idade adulta e estão em maior risco de desenvolver diabetes, doenças cardiovasculares, cancro e demência.

 

O que poderá fazer para que o seu filho não fique com excesso de peso ou obeso?

Na obesidade estão envolvidos fatores genéticos, no entanto as principais causas são uma alimentação desequilibrada, a falta de exercício e um estilo de vida sedentário. Por isso: 

  1. Cozinhe refeições equilibradas. De acordo com especialistas, uma dieta equilibrada deve seguir os seguintes parâmetros:
    • Os legumes e as frutas devem representar 50% da dieta, portanto, inclua pelo menos 2 porções de legumes e 2 ou 3 peças de frutas no menu diário.
    • Um quarto das refeições deve ser composto por cereais, legumes, batatas ou arroz.
    • As crianças devem comer pelo menos 4 porções por semana de peixe e, no máximo, 6 de carne.
    • Reduza o consumo de doces. Ao pequeno-almoço e ao lanche, é melhores dar-lhes sanduíches caseiras.
    • Modere o consumo de refrigerantes, batatas fritas, pratos prontos a comer, etc. Reserve-os para dias especiais.
  2. Modere as quantidades que o seu filho come. Acredita-se muitas vezes que, quanto mais uma criança comer mais crescerá. Nada está mais longe da realidade. O ideal é que o seu filho coma porções médias que o saciem, mas não o deixem excessivamente cheio. É melhor fazer cincorefeições moderadas do que três que o empanturrem.
  3. Motive os seus filhos a praticar exercício físico. Os estudos relacionam a obesidade infantil com mais horas à frente da televisão e de lazer sedentário (videojogos, etc.). É portanto importante não só que o seu filho pratique atividades físicas, mas também que em casa seja estimulado a um lazer familiar mais ativo. Introduza na sua rotina familiar excursões, longas caminhadas na cidade, etc.
  4. Ensine os seus filhos a comer bem. Os especialistas em nutrição dizem que se pode prevenir a obesidade se forem adquiridos hábitos alimentares saudáveis durante a infância. Em Arnidol® damos-lhe algumas dicas no artigo: Ensine seu filho a comer bem desde pequeno.

 

 

 

Imagen

56384329.jpg

Imagen

cerezas.jpg

Imagen destacada

56384329.jpg

Imagen promocionado

lucha-contra-la-obesidad-infantil-destacada.jpg

POST RELACIONADOS

  • marzo 12th, 2018 |
  • Truques para organizar-se melhor pela manhã

  • Já sabemos: as manhãs com os pequenos podem tornar-se um caos. Não querem levantar-se, não querem vestir-se, dificultam o pequeno-almoço. A irritação e a pressa podem apoderar-se de nós. Compilámos alguns truques para organizar-se, de modo a que o sair de casa pela manhã com os seus filhos não seja sinónimo de stress!

  • LEER MÁS >
  • febrero 19th, 2014 |
  • Bebés descalzos, ¿bebés felices?

  • FacebookTweet ¿Por qué es bueno que los bebés vayan sin zapatos? ¡Te lo contamos! Las tiendas de puericultura están llenas de zapatitos para recién nacidos: deportivos, con brillantes, botines, pero realmente ¿son necesarios? Hay estudios […]

  • LEER MÁS >
  • julio 20th, 2013 |
  • Aviso legal

  • FacebookTweet Em virtude da Lei 15/1999, de 13 de dezembro, sobre a Proteção de Dados de caráter pessoal, informamo-lo de que os seus dados pessoais que possam figurar nesta comunicação, estão incorporados num ficheiro responsabilidade […]

  • LEER MÁS >
  • julio 20th, 2013 |
  • Impressum

  • FacebookTweet Gemäß dem spanischen Gesetz 15/1999 vom 13. Dezember 1999 über den Schutz personenbezogener Daten teilen wir Ihnen mit, dass ihre persönlichen Daten, die in dieser Mitteilung enthalten sein können, in eine Datenbank aufgenommen werden, […]

  • LEER MÁS >
Más artículos
Bebés descalzos, ¿bebés felices?