• Como aprender a tocar um instrumento

O contato de uma criança com a música desde a infância pode ajudar  muito o seu desenvolvimento cerebral. Segundo um estudo da  Universidade de Concórdia, pessoas que começaram a estudar música  antes dos 7 anos, apresentam conexões neurais na idade adulta diferentes daquelas que começaram seus estudos musicais mais tarde ou que não optam por essa via de todo. Também o Público lançou um artigo que explora como os neurónios se organizam quando aprendemos a tocar um  instrumento, neste caso o piano. Pode consultar este artigo aqui  

As aulas de música para crianças com menos de 3 anos de idade são  divertidas lúdicas, e visam estimular a descoberta do próprio corpo, da voz  e dos sons. A partir dessa idade os pequenos já tem habilidade motora  para começar a aprendizagem com instrumentos musicais, sendo a faixa  de 3 a 4 anos ideal para o início das experiências sem a presença dos pais. 

Instrumentos de percussão como tambores, chocalhos e pandeireta são  ideais para as crianças mais pequenas, pois são fáceis de manipular e  ensinam bastante sobre a marcação do ritmo, coordenação e batida.  

A flauta doce é uma introdução simples aos instrumentos de sopro e é  uma opção economicamente acessível, que ensina coordenação entre o  corpo e a respiração. 

As opções de corda, como a guitarra e o violino, podem não ser a primeira  escolha para crianças tão novas, porém existem versões pequenas dos  instrumentos que se adaptam bem às mãos dos pequeninos. Todavia, essa  experiência pode ser um pouco mais desafiante, devido à necessidade de  coordenação motora, e nesse caso o piano ou o teclado são instrumentos  alternativos que apresentam os mesmos benefícios. 

Qualquer que seja o instrumento, o importante é mesmo o contacto com  a música. Desta forma, as crianças aprendem a superar os medos e  assumir alguns riscos proporcionando a si próprios mais confiança e  segurança. Há ainda a opção de inscrever o seu filho numa orquestra ou num grupo, o que é um bom caminho para aprender a trabalhar em equipa e ainda para ter iniciativa de ir aos ensaios e praticar em casa,  praticando a responsabilidade.

POSTOS RELACIONADOS

Mais histórias
trabalhos manuais natal criancas
5 trabalhos manuais natalícios para entreter os pequenos